Rhossi

A Hora é Agora

Rhossi

Guias / CDs - Pedro Henrique Araújo Publicado em 10/12/2013, às 06h56 - Atualizado às 06h58

Rapper lança disco solo depois de quase uma década

Na história do rap nacional, Rhossi merece um capítulo só dele. À frente do Pavilhão 9, foi responsável por misturar o rap com rock, hardcore e metal. O grupo foi um dos mais importantes no final dos anos 1990 e início dos anos 2000, com seis discos, mais de 300 mil cópias vendidas e uma indicação ao Grammy Latino, com Reação (2001). Rhossi manteve a máscara preta de hóquei (hoje tatuada no braço esquerdo) até 2001 e, mais de dez anos depois, exibe o rosto e as rimas nas 11 faixas de A Hora É Agora, primeiro disco solo. Com produção coletiva, tem canções assinadas pelos portugueses Mr. Bomba e Madkutz, além dos brasileiros Laudz, Jay L, entre outros. Com muito menos rebeldia do que nos tempos de Pavilhão 9, o cantor volta à cena sem medo de parecer pop ou de escrever raps que toquem nas pistas, como por exemplo as dançantes “Elas Querem Eles Querem” e “Pura Letra”, esta última, o abre-alas do CD. Mais maduro, Rhossi fala da vida, do período de vacas magras e exalta a boa safra como em “Tempo Bom”. É um disco de rap atual, bases pesadas, beats certeiros e um MC afiado. “Não Desista do Sonho” e “Altos e Baixos” soam um pouco ressentidas, mas as “orelhadas” nos desafetos e até na nova geração do hip-hop funcionam bem. Rhossi está de volta aos palcos e ao rap depois de um longo hiato. Sem máscaras, sem freio e com muita bala na agulha.

Fonte: Loop Play Discos

Últimos Guias CDs