Rafael Castro
Divulgação

Lembra?

Rafael Castro

Guias / CDs - LEONARDO DIAS PEREIRA Publicado em 22/10/2012, às 16h46 - Atualizado às 16h47

Melodias esquisitas e letras politicamente incorretas marcam estreia em CD

Para apreciar a música de Rafael Castro em sua totalidade, é preciso antes fazer alguns exercícios de desprendimento. Comece esquecendo as melodias redondinhas. Até dá pra assoviar algumas canções, mas o cantor e compositor e seu vozeirão de quem acabou de acordar com uma bela ressaca prefere seguir caminhos melódicos tortuosos. Desligue em seguida qualquer filtro politicamente correto. Castro segue a escola Rogério Skylab de letristas que metem a mão em vespeiro, sobrando troça para tudo quanto é lado: deficientes físicos (“Surdo-Mudo”), catástrofes humanas (“Haiti”) e doenças (“A Menina Careca”). Mesmo quando canta sobre o amor (“Marítima”, com participação de Pélico), ele costuma pender para um lado mais libertário. Por último (e não menos importante), não leve as coisas para o lado pessoal.

Fonte: Independente

Últimos Guias CDs