Divulgação

Leo Cavalcanti

Guias / CDs - Redação Publicado em 06/01/2011, às 09h42 - Atualizado em 07/01/2011, às 10h28

Leo Cavalcanti

Religar

YB

Com letras e arranjos caprichados, disco de estreante é grata surpresa

EM SEU PRIMEIRO CD, Leo coloca no liquidificador Glauber Rocha, Fernando Pessoa, García Lorca, música oriental, programação eletrônica, alaúde e um sem-fim de misturas, todas trabalhando a favor de suas canções. A música mais agitada de Religar é a já tocada há tempos em seus shows “Frenesi de Otário”, uma acelerada melodia, com letra cheia de pormenores sobre uma pessoa. As participações foram certeiras: ao lado de Tulipa Ruiz desacelera na quase reggae “Sem (des) esperar”; com Marcelo Jeneci leva a bela “Acaso”, música que, de tão pop, se encaixaria em um álbum de Lulu Santos. E com Tatá Aeroplano – única parceria na composição em todo álbum – canta a quase espanhola “Chuvarada”. Para fechar, volta a acelerar em “Medo de Olhar para Si”. Bem produzido, o primeiro disco de Leo Cavalcanti é feito com calma e carinho. Uma obra para ouvir sem pressa, saboreando cada camada e descobrindo novas sonoridades.

PEDRO HENRIQUE ARAÚJO

Últimos Guias CDs