-
divulgação

Let It Be Roberta

Roberta Flack

Guias / CDs - Zeca Azevedo Publicado em 14/05/2012, às 13h46 - Atualizado às 13h48

Legendária cantora de soul music lança disco morno de covers do Fab Four

Quando surgiu em 1969, a fusão de soul, jazz e easy listening proposta por Roberta Flack era algo novo e excitante. Era música madura, suave e sofisticada, sempre emocionante, nunca inócua. Nos anos 70, Roberta dominou as paradas de sucessos e encheu a estante de Grammys. Nas décadas seguintes, lançou muitos discos bonitos, mas de repercussão limitada, culpa da mudança do gosto musical do público e da indústria. Roberta volta com um álbum de covers dos Beatles. O repertório do Fab Four já foi gravado exaustivamente por artistas de todo o mundo – e é tarefa difícil revisitar as canções do grupo sem repetir o que já foi feito. Roberta apropria as canções de John e Paul (e uma de George), com reverência e delicadeza, mas comete erros. O álbum alterna bons (“The Long and Winding Road”) e maus momentos (“And I Love Her”), mas no geral é morno. O problema maior está na voz da cantora, manipulada em estúdio para soar mais “jovem”. O disco é agradável, mas dispensável. Procure as gravações de Roberta para a Atlantic nos anos 70, você tem muito mais a ganhar.

Fonte: Lab344

Últimos Guias CDs