Pearl Jam

Lightning Bolt

Pearl Jam

Guias / CDs - Carlos Eduardo Lima Publicado em 13/11/2013, às 11h23 - Atualizado às 11h26

A veterana banda de Seattle não se deixa levar pelo cansaço e segue firme

De todas as bandas surgidas em Seattle no início dos anos 90, apenas o Pearl Jam manteve-se estável, positivo e operante ao longo de 22 anos de carreira. Lightning Bolt é o décimo disco de material original que Eddie Vedder, Stone Gossard e seus asseclas entregam, e a certeza de que esses sujeitos estão bem e na ponta dos cascos só aumenta. Em 12 canções, o novo álbum esbanja vigor, afastando qualquer dúvida sobre a vontade que a banda tem de estar junta, tocando e compondo. Além disso, a sonoridade do grupo, se não é “grunge” há muito tempo, assumiu contornos que pendem para o classic rock, mas sempre com personalidade. Os fãs trouxeram a banda até onde está e o Pearl Jam é totalmente consciente disso, talvez aí esteja o motivo de tanta lenha para queimar. O novo trabalho segue na mesma vereda aberta a partir de Binaural (2000) e entrega belas canções como “Sleeping by Myself” (pontuada pelo já tradicional ukulele) e baladas de arena como “Sirens”, “Future Days” e “Yellow Moon”. Isso sem falar nos momentos de rapidez e peso exemplificados em “Mind Your Manners” e na faixa-título. Mas a melhor canção é a grooveada “Let the Records Play”. Lightning Bolt é Pearl Jam padrão, relevante, sincero e partindo mais uma vez para o abraço caloroso dos sempre fiéis fãs.

Fonte: Universal

Últimos Guias CDs