Mayra Andrade

Lovely Difficult

Mayra Andrade

Guias / CDs - Marcos Lauro Publicado em 14/02/2014, às 22h27 - Atualizado às 22h29

Cantora de world music envereda pela canção pop

Mayra Andrade já é um nome conhecido para quem se aventura pela world music e pelas sonoridades africanas. Nascida em Cuba e criada em Cabo Verde, pequena ilha próxima de Senegal, ela canta nesse disco em quatro línguas: crioulo (dialeto de Cabo Verde), francês, português e, pela primeira vez, inglês. No single “We Used to Call Love”, o inglês aparece para tornar seu som mais universal, mas o trecho em crioulo lembra o ouvinte sobre as origens da cantora. Lovely Difficult é um marco no sentido de aproximar a sonoridade de Mayra ao pop, com produção de Mike Pelanconi (Lily Allen). Então, quem espera pelas orquestrações complexas e difíceis da world music vai se surpreender com a primeira faixa, “Ténpu ki Bai”, que une o crioulo com um rock minimalista, daqueles de dançar junto no bailinho. Talvez pese sobre Mayra Andrade a responsabilidade de ser o próximo grande nome de Cabo Verde depois de Cesária Évora, mas a cantora, que por sinal se encontra cada vez mais popular no Brasil, segue em um caminho que deve até ultrapassar Évora no que diz respeito ao alcance da sua música. E sem se esquecer das origens: “Meu Farol”, que fecha o disco, tem a melancolia de quem sempre sente saudade de casa.

Fonte: Sony Music

Últimos Guias CDs