Álbum Verso Alegoria, Moisés Santana

Moisés Santana

Guias / CDs - Redação Publicado em 02/09/2009, às 17h16 - Atualizado às 17h18

Moisés Santana

Verso Alegoria

Lua Music

Cartão de visita de uma carreira criativa e pouco ortodoxa

Dentro de verso alegoria, terceiro CD de inéditas de Moisés Santana, cantor baiano há um bom tempo radicado em São Paulo, tem lugar para o humor – como nas letras de “O Mistério do Samba”, de Fred 04 e Marcelo Pianinho, e de “Tem Celebridade”, forró que brinca com o nosso star system atual e lembra muito, pela sua estrutura, Tom Zé (esta poderia tranquilamente estar no repertório desse outro inquieto baiano). Mas o clima do disco muda um pouco em “Chega de Realidade”, em que Moisés prefere a ficção ao atual estado da sociedade brasileira. No quesito “versões” (sempre tem alguma nos álbuns de Moisés), “Juízo Final”, de Nelson Cavaquinho e Élcio Soares, aparece dando a entender que vai ser um eletrotango para, logo depois da introdução, voltar a seu estado de samba. Dessa forma, Moisés Santana vai fazendo sua carreira de maneira criativa e pouco ortodoxa. E, sem muito olhar para rótulos e gêneros musicais, dá para dizer que, nessa carreira, a sigla MPB tem significado diferente: música plural brasileira.

POR MARCOS LAURO

Últimos Guias CDs