Cantora ressurge em disco ao vivo calcado em voz e violão.

No Osso ao Vivo

Marina Lima

Guias / CDs - Mauro Ferreira Publicado em 15/01/2016, às 17h22 - Atualizado às 17h28

É sintomático que a melhor faixa dentre as 14 do quarto álbum ao vivo de Marina Lima seja a gravação de estúdio do rock “Partiu”, uma das três músicas inéditas do trabalho. A canção cresce no registro turbinado com a pegada do grupo paraense Strobo. Mas o grosso de No Osso está calcado na voz e no violão da artista. O instrumento tocado por Marina é fonte da criação dela. O problema é que a voz dela há muito já não está inteira. E, em um registro ao vivo, isso incomoda, já que o canto não pode ser maquiado por programações de estúdio. O lançamento apresenta samba inédito, “Da Gávea”, e se sustenta com a atitude que pauta a obra da artista.

Fonte: Universal

Últimos Guias CDs