Noel Gallagher’s High Flying Birds

Noel Gallagher’s High Flying Birds

Noel Gallagher’s High Flying Birds

Guias / CDs - PAULO TERRON Publicado em 07/11/2011, às 16h01 - Atualizado às 16h21

Apesar do enorme talento, Noel, em seu primeiro disco solo, necessita dos cutucões do irmão Liam

Sempre foi uma briga injusta. desde os tempos de Oasis, Noel Gallagher é claramente mais talentoso que o irmão Liam. O primeiro escreve músicas, toca guitarra e até se arrisca nos vocais. O segundo canta – de forma marcante, é verdade – e cria confusão, mas quando decidiu compor... Só reforçou o brilho do outro. Então já era previsto que Noel Gallagher’s High Flying Birds – banda e disco – seriam melhores do que Different Gear, Still Speeding, a estreia do Beady Eye (com Liam e os ex-Oasis). O imprevisto foi, olha só, que o irmão rebelde fez falta. Noel fez o que sabe: faixas com sonoridade etérea e ao mesmo tempo grandiosas (“Everybody’s on the Run”, “The Death of You and Me”) e melodias marcantes (“Dream On”, “If I Had a Gun”). “Aka... What a Life!” é uma exceção, já que nela o músico quase abandona o rock para cair na música pop dançante (ele mesmo disse que pensou em oferecer a canção a Madonna). A conclusão desse estreia pós-Oasis de Noel é que o High Flying Birds pode até voar alto (e o faz com extrema competência), mas carece da instabilidade nervosa e da agressividade de Liam. Afinal, não era o atrito de personalidades tão distintas que empurrava o Oasis?

Fonte: Universal

Últimos Guias CDs