Inezita nos anos 50, quando gravou vários clássicos
divulgação

O Brasil de Inezita Barroso

Inezita Barroso

Guias / CDs - PAULO CAVALCANTI Publicado em 09/03/2012, às 12h48 - Atualizado às 12h51

A tradição da verdadeira música brasileira de raiz há mais de 50 anos vem ganhando voz com Inezita Barroso. A cantora, folclorista e apresentadora gravou por muito tempo na Copacabana e esta caixa compila os primeiros álbuns que ela registrou pela empresa. Eles são: Inezita Barroso (1955), Lá Vem o Brasil (1956), Vamos Falar de Brasil (1958), Inezita Apresenta (1958), Canto da Saudade (1959), Eu Me Agarro na Viola... – Inezita Sua Viola e Seu Violão (1960) e Inezita Barroso Interpreta Danças Gaúchas (1961). Alguns CDs ganharam faixas-bônus retiradas dos discos de 78 rotações gravados por Inezita na época. Embora identificada com modas caipiras e com canções de cunho sertanejo do Sudeste, notadamente dos estados de São Paulo e Minas Gerais, Inezita também abriu espaço em seus discos para diversas manifestações folclóricas do Brasil inteiro, incluindo canções de escravo e temas do Norte e do Sul do país. Os 89 fonogramas aqui contidos formam um verdadeiro dicionário das canções populares brasileiras, incluindo “Marvada Pinga” e “Lampião de Gás”, os dois sucessos que até hoje são ligados à figura de Inezita.

Fonte: Microservice/Copacabana

Últimos Guias CDs