-
divulgação

O Pensamento É Um Imã

Vivendo do Ócio

Guias / CDs - Cristiano Bastos Publicado em 09/03/2012, às 13h28 - Atualizado às 13h30

Banda baiana não inventa nada, mas oferece respeitabilidade e consistência

Concursos de bandas de rock raramente revelam artistas duradouros e interessantes. O Vivendo do Ócio é uma dessas exceções. Em 2008, o grupo venceu o GAS Sound, cujo prêmio foi a gravação de Nem Sempre tão Normal (o segundo) pela Deck. No novo álbum, o VDO consolida seus predicados musicais e, também, autorais. Raul Seixas, Los Hermanos, Queens of the Stone Age e The Strokes condimentam o “vatapá” da banda. Os conterrâneos Pitty e Martin, do Agridoce, aparecem em “Nostalgia”. “Por Um Punhado de Reais” cita a trilha faroeste Por uns Dólares a Mais, do italiano Ennio Morricone. “Radiotividade”, a canção mais inspirada do disco, tem letra que flana pelos itinerários de Salvador. Produzido por Chuck Hipolitho e Rafael Ramos, o CD garante ao Vivendo do Ócio um lugar de destaque no flácido rock brasileiro. Nada mal para quem surgiu a partir de um formato totalmente desacreditado.

Fonte: Deck/Vigilante

Últimos Guias CDs