Peter Buck
Divulgação

Peter Buck

Peter Buck

Guias / CDs - MURILO BASSO Publicado em 14/12/2012, às 16h52 - Atualizado às 16h53

Ex-guitarrista do R.E.M. assume o controle em disco solo

O álbum, que conta com a participação de nomes como Scott McCaughey e Mike Mills, traz 14 canções e nele Buck não tem medo de arriscar. Aliás, a grande curiosidade desde que o lançamento foi anunciado seria como o músico iria se sair diante do microfone. E Buck, claro, optou por deixar sua guitarra falar. Embora não soe tão denso como o antigo companheiro Michael Stipe, e não seja tão ágil como quando empunha seu violão, seu vocal ganha consistência em canções como “Travel Without Arriving” e na exótica “It’s Alright”. Já “10 Milion BC” soa como uma espécie de antídoto para as recentes difi culdades enfrentadas por Buck, enquanto “Some Kind of Velvet Sunday Morning” é um passeio pela década de 50, revisitando o blues. Há ainda a despretensiosa “So Long Johnny” e o desabafo de “Nothing Means Nothing”. Livre das pressões por lançar hits radiofônicos, Peter Buck construiu um belo álbum partindo de um objetivo extremamente simples: se divertir.

Fonte: Mississippi Records

Últimos Guias CDs