Lorde

Pure Heroine

Lorde

Guias / CDs - Jon Dolan Publicado em 13/11/2013, às 11h12 - Atualizado em 13/12/2013, às 16h59

Usando hip-hop e letras espertas, cantora adolescente vira sensação

Lorde, ou Ella-Yelich O’Connor, tem apenas 16 anos, mas poderia dizer por aí que tem 25. Pure Heroine, estreia da cantora, a coloca como uma adolescente candidata ao trono pop, mas ela soa estranhamente diferente das demais musas reinantes. Lorde nasceu na Nova Zelândia, mas poderia ter vindo de Tampa, Glasgow ou de qualquer outra parte do mundo. As faixas pulsam com uma sonoridade esparsa pós-hip-hop. As letras sobre crescimento são tão reais que às vezes parecem arrogantes ou meramente contemplativas. “Estamos tão contentes mesmo quando sorrimos de medo”, ela canta em “Tennis Court”. “Talvez tenhamos sido criados pela internet/ talvez as pessoas sejam apenas imbecis”, ela filosofa em “A World Alone”. O hit “Royals” exemplifica a lógica de Pure Heroine; é uma canção pegajosa, mas intensa. Lorde se supera dissecando sua ainda não extensa vida e evocando o sentimento de amar verdadeiramente o som do hip-hop.

Fonte: Universal

Últimos Guias CDs