Registros de Gil antes da fama
Reprodução

RELANÇAMENTO...Gilberto Gil

Guias / CDs - Redação Publicado em 14/10/2010, às 17h41 - Atualizado às 17h47

Gilberto Gil

etirante/Copacabana Mon Amour

Discobertas

Antes de chegar ao primeiro LP, em 1967, Gilberto Gil gravou discos de 78 rotações e compactos para o selo JS Discos, de Salvador, e também compactos na RCA Victor e na Philips. Este precioso material, acrescido de uma fita demo para a editor musical Arlequim feita em 1966, está no CD duplo Retirante. No primeiro disco, os registros para a JS Discos, RCA e Philips. Entre eles as primeiras versões de “Procissão”, “Roda” e “Ensaio Geral”, em gravação ao vivo no clube Pinheiros (São Paulo) em outubro de 1965 no 4. Festival da Balança, e “Felicidade Vem Depois”, feita para a revista Bondinho em 1972. O segundo CD vem com a histórica fita feita para a Arlequim em 1966, que propiciou a Gil ter suas primeiras composições gravadas (o prestígio do baiano veio primeiro como autor). Sao ao todo 18 canções, todas com voz e violão como “Vento de Maio”, “Ensaio Geral” e “Zabelê”. O selo Discobertas lança também a trilha sonora do filme Copacabana Mon Amour, de Rogério Sganzerla, que Gil compôs em 1970 durante seu exílio em Londres. Sao seis temas, todos gravados num único dia e com a colaboração de Péricles Cavalcanti (violão, coro), Cláudio Karina (percussão) e David Linger (flauta). Gil interpreta “Diga a Ela” (em duas versões), “Mr. Sganzerla”, “Blind Faith”, “Yeh Yeh Yah Yah” e “Tomorrow Vai Ser Bacana”.

Toninho Spessoto

Últimos Guias CDs