Sinatra e Jobim, internacionalizando a bossa nova
Reprodução

RELANÇAMENTO

Guias / CDs - Redação Publicado em 08/09/2010, às 07h51 - Atualizado às 07h52

A Voz Encontra a Bossa

Frank Sinatra ainda vendia bem na metade dos anos 60, mas sentiu a necessidade de renovar sua música. Uma das saídas foi convocar o nosso Tom Jobim. O LP Francis Albert Sinatra & Antônio Carlos Jobim, lançado em 1967, foi um triunfo artístico e comercial. Os sutis arranjos de Claus Ogerman e a voz controlada de Sinatra deram um sabor internacional ã bossa nova. Dois anos depois, Sinatra chamou Jobim para repetir a dose. Dessa vez os arranjos ficaram com Eumir Deodato. Sinatra vivia tempos turbulentos e acabou implicando com sua própria voz, com o repertório e com a capa sugerida pela gravadora Reprise. Com um simples telefonema, ele “liquidou” o disco. Em 1971, sete das dez faixas dessas sessões saíram no álbum Sinatra and Company. Sinatra continuou encrencando com três canções, especialmente “Desafinado”, um dueto com Jobim. Estas gravações saíram apenas em edições limitadas endereçadas a colecionadores. Finalmente, tudo o que a dupla gravou estão compilado em um único CD. Sinatra-Jobim: The Complete Reprise Recordings (Verve/Universal) já é um dos relançamentos do ano.

Paulo Cavalcanti

Últimos Guias CDs