Keane
divulgação

Strangeland

Keane

Guias / CDs - Carlos Eduardo Lima Publicado em 15/06/2012, às 13h35 - Atualizado às 13h36

Novo trabalho de banda inglesa traz suavidade e leveza na dose certa

Após brincar nas vizinhanças sonoras dos anos 80 no trabalho anterior, Perfect Symmetry, o Keane resolveu voltar para a segurança do lar neste quarto disco. Efetivou o baixista Jesse Quin e retornou à sua sonoridade primordial, ou seja, as canções cheias de melodia e conduzidas pelo piano, cortesia da dupla Tim Rice-Oxley e Tom Chaplin. Os rapazes não perderam a forma e continuam oferecendo um respeitável número de hits perfeitos para a celebração em shows grandes e pequenos. A beleza de “Disconnect” já salta aos ouvidos, com um refrão perfeito para o malabarismo vocal de Chaplin, afiado como sempre. As letras são mais do mesmo: canções de amor derramadas e tristes, mas levadas a um estágio de perfeição pouco comum hoje em dia. Destaque aqui para as belas e melodiosas “The Starting Line” e “In Our Own Time”.

Fonte: Universal

Últimos Guias CDs