China: sempre inspirado.

Telemática

China

Guias / CDs - Pedro Henrique Araújo Publicado em 26/12/2014, às 12h01 - Atualizado às 12h07

Quem se acostumou a ver o cantor e compositor China como apresentador da extinta MTV talvez não se lembre de que ele tem uma longa trajetória na música. Em 1999, China lançou com o extinto Sheik Tosado o clássico do mangue beat Som de Caráter Urbano e de Salão. Depois veio com o EP Um Só e os álbuns solo Simulacro e Moto Contínuo. Agora é a vez de Telemática (independente). Produzido pelo músico em parceria com Homero Basílio, Yuri Queiroga e Rodrigo Sanches, o disco é seguro e bem amarrado. Em alguns pontos se assemelha aos trabalhos anteriores, como pode ser sentido nas faixas “Arquitetura de Vertigem”, “Choque Pesadelo” e “Olho de Thundera”. Mas em outras canções, como “Panorama”, “Outra Coisa” e “Realinhar” (feita em parceria com os mineiros do Jota Quest), ele extravasa o lado romântico mais associado ao Del Rey, projeto em que interpreta versões de Roberto Carlos. Outro destaque é “Memória Celeste”, que tem a participação de

Jorge Du Peixe. China também passa o recado na western “Qtk63-Kaiowa”, no groove de “Subintenções” e na calmaria de “Frevo Morgado”.

Fonte: Independente

Últimos Guias CDs