War Child:Heroes

Guias / CDs - Redação Publicado em 06/04/2009, às 20h30 - Atualizado em 12/05/2009, às 21h23

Vários

War Child:Heroes

Parlophone/EMI

Ícones elegem ídolos da atualidade para cantarem em prol de uma boa causa

A instituição war Child, que ajuda crianças vítimas de países atingidos pela guerra, convidou alguns “heróis” da música

para que escolhessem uma de suas canções e apontassem nomes da geração atual para que fizessem uma nova versão da mesma. O grupo Blondie, que marcou a new wave nos anos 80, na hora de escolher um novo intérprete pra “Call Me”, recrutou o Franz Ferdinand, que fez uma versão menos pulsante para a música, porém não menos empolgante.The Clash chamou Lily Allen, a bola da vez da hora, que transformou “Sraight to Hell” numa baladinha romântica. O vocal classe

A da cantora de hip-hop Estelle deu uma nova roupagem a “Superstition” numa releitura capaz de deixar Stevie Wonder

orgulhoso. O mesmo não deve ter acontecido com Paul McCartney. Apesar do sempre marcante vozeirão, Duffy deu a

“Live and Let Die” um tom melancólico. Mas no geral o saldo é positivo, com Ramones dando vez ao Yeah Yeah Yeahs (“Sheena Is a Punk Rocker”), U2 referendando Elbow (“Running to Stand Still”) e David Bowie muito feliz em optar por TV on the Radio (“Heroes”).

Priscila Dela Bella

Últimos Guias CDs