Barão Vermelho 1985
Barão Vermelho

Barão Vermelho

Guias / DVDs - Redação Publicado em 08/11/2007, às 11h40 - Atualizado às 15h33

Barão Vermelho 1985

Em janeiro de 1985, o Barão Vermelho tocou no primeiro e histórico Rock in Rio. Um ano antes, o grupo havia lançado o terceiro disco, Maior Abandonado, estava com vários hits na manga e uma participação na trilha sonora do filme Bete Balanço. Mas a exposição no megafestival marcou dois momentos importantes: elevou a banda a um outro patamar e serviu de despedida para Cazuza se mandar em carreira solo. Mais do que fazer um grande show, o Barão se consagrou em meio a uma programação pra lá de eclética, que colocava AC/DC e Iron Maiden ao lado de Elba Ramalho e Ivan Lins. Estranhamente, esse registro ao vivo havia sido lançado apenas em um CD chamado Barão ao Vivo, em 1996. Pra variar, depois de um atraso enorme, finalmente tudo está disponível em DVD e novamente em CD (ambos com a mesma capa e título). Apesar de as imagens do DVD parecerem estar sem tratamento, vale o show. Também vale a pena assistir ao documentário que vem como bônus, com uma entrevista recente com os "Barões" e imagens da época. Em cima de um palco gigante, o Barão Vermelho abriu o show com "Maior Abandonado". Cazuza surge de roupas justas, "combinando" roxo com azul e amarelo e usando a famosa bandana. Aliás, todos os integrantes estão totalmente coloridos, bem ao estilo anos 80. Frejat está ali no canto tocando guitarra, meio tímido, ainda sem saber que iria assumir os vocais do Barão em poucos meses. Sem deixar o público esfriar, o grupo manda "Milagres", "Subproduto do Rock", "Sem Vergonha", "Narciso", "Todo o Amor Que Houver Nessa Vida", "Bete Balanço". Enquanto isso, Cazuza vai de um lado pra outro, entretém o pessoal com um olhar cínico e um linguajar totalmente desbocado. Antes de tocar "Mal Nenhum", uma canção até então inédita, em parceria com Lobão, o cantor reclama da falta do parceiro no festival. No geral, a sensação era de alívio e alegria, afinal se celebrava a recente retomada da democracia com a vitória do movimento "Diretas Já". No encerramento do show, vem a célebre apresentação de "Pro Dia Nascer Feliz", com Cazuza discursando: "Que o dia nasça lindo pra todo mundo amanhã! Com um Brasil novo, com uma rapaziada esperta..."

Por Daniel Vaughan

Som Livre

12

10

2007

Últimos Guias DVDs