A Technicolor Dream

Guias / DVDs - Redação Publicado em 12/12/2008, às 15h40 - Atualizado em 12/05/2009, às 21h50

Eagle/ST2

Documentário narra o auge e o legado da swinging London

Local de vários eventos desde a era vitoriana, o Alexandra Palace, em Londres, abrigou o festival 14 Hour Technicolor Dream em 29 e 30 de abril de 1967. Com apresentações de leituras de poemas, psicodélicos shows de luzes e muitas bandas – entre elas, The Pretty Things, Soft Machine e Pink Floyd – o evento multimídia virou um marco da cultura underground britânica dos anos 60. No mesmo ano, parte dele apareceu no filme Tonite Let’s All Make Love in London, do documentarista Peter Whitehead. Não apenas mostrando aquele fim de semana mágico, A Technicolor Dream traça um mapa da contracultura da época com comentários de gente que fez parte dela, como o músico Roger Waters, o produtor Joe Boyd, e o agit-prop John Hopkins – um dos responsáveis pela London Free School, que gerou o International Times, publicação pioneira da imprensa alternativa, e o UFO Club, a meca do rock psicodélico. Registrando os primeiros passos do Pink Floyd e afirmando Syd Barrett como o grande ícone dessa cena, A Technicolor Dream é essencial para quem quer entender um pouco mais por que os anos 60 foram tão importantes na cultura ocidental.

José Julio do Espírito Santo

Últimos Guias DVDs