A HORA DA ESTRELA. Takai e suas pérolas ao vivo
NINO ANDRÉS/ DIVULGAÇÃO

Fernanda Takai - Luz Negra

Guias / DVDs - Redação Publicado em 06/08/2009, às 15h12 - Atualizado às 15h13

Deckdisk

Brilho Próprio

Belo registro do voo solo da cantora do Pato Fu

“Têm coisas na vida que você não espera nada e vem tudo”, confessa em certo momento do making of de Luz Negra uma alegre Fernanda Takai. A frase é um perfeito resumo do que foi o projeto de regravação de músicas de Nara Leão idealizado por Nelson Motta. Lançado em dezembro de 2007 com certa despretensão por parte da cantora, o disco Onde Brilhem os Olhos Seus foi sucesso instantâneo de crítica. Não demorou para que os pedidos de show começassem a acontecer, e aí veio a surpresa: Fernanda não estava pronta para fazê-los. Banda, repertório e cenário foram definidos rapidamente, os ensaios voaram e a turnê começou. Quase um ano e meio depois, Luz Negra funciona como registro perfeito do intimismo elegante que marcou as apresentações. A voz suave e doce de Fernanda, apoiada por uma banda afiada – o marido, John (guitarra, violão e vocais), Lulu Camargo (teclado), Thiago Braga (baixo) e Mariá Portugal (bateria, percussão e vocais) –, dá uma nova roupagem às canções consagradas, numa mistura de ritmos que inclui chorinho, forró, carimbó, samba, entre outros. Além das 13 músicas do CD – mais a versão para “O Barquinho”, presente na edição especial japonesa –, Fernanda ampliou o repertório com músicas que fizeram parte de sua formação musical. Ao incluir clássicos dos anos 80, como “Ordinary World” (Duran Duran) e “There Must Be An Angel” (Eurythmics), a cantora reforça sua verve de intérprete versátil. Destaque para a versão de “Ben”, homenagem a Michael Jackson, que pode soar barata após a morte do astro, mas que esteve incluída no repertório do show desde o início. Em outro momento do making of, Fernanda se espanta com a atenção que o projeto lhe rendeu. “Nunca tive tanta repercussão na mídia especializada.” A frase da cantora soa como clichê, mas é a prova de que o brilho próprio de Fernanda só cresce.

POR TIAGO AGOSTINI

Últimos Guias DVDs