Inverno de Sangue
em Veneza

Inverno de Sangue em Veneza

Versátil

Guias / DVDs - H.R.J. Publicado em 11/04/2014, às 05h44 - Atualizado às 05h47

Marcante filme de horror de 1973 ainda mantém clima assustador

Inverno de Sangue em Veneza é um clássico do horror, da época em que se apostava muito mais no clima, na atmosfera de tensão e medo e no poder de sugestão. Por isso mesmo continua um filme assustador. Donald Sutherland e Julie Christie formam um casal traumatizado pela morte acidental da filha. Para superar a tristeza, vão para Veneza, onde ele pretende prestar serviços como restaurador de um afresco em uma igreja. Mas uma médium aborda o casal para lhes dizer que a criança morta está feliz, mas ao mesmo tempo aflita, porque sabe que o pai corre perigo de vida. O marido, é claro, não leva o caso a sério, mas a esposa fica apavorada. E esse clima de ansiedade rapidamente toma a cidade, que é linda, mas também pode ser vista por um aspecto tétrico, com seu emaranhado de ruas, pontes, canais e becos. A cidade é um labirinto, capaz de devorar a alma de um estrangeiro tomado pela ansiedade. O diretor Nicolas Roeg deita e rola sobre esse fator de perda de referência. E quando, do nada, aparece uma figura misteriosa de capuz vermelho, é difícil não roer as unhas. Um filmaço – e é recomendável assisti-lo com as luzes apagadas.

Últimos Guias DVDs