Documentário retrata o sempre mutante Ney Matogrosso.
Divulgação

Olho Nu

Guias / DVDs - Christian Petermann Publicado em 16/01/2015, às 15h18 - Atualizado às 15h29

O diretor Joel Pizzini conhece Ney Matogrosso há mais de um quarto de século, e essa intimidade se faz notar em Olho Nu, que é ao mesmo tempo biográfi co e lúdico. Fatos de vida (com farto material de arquivo), inúmeras presenças em show e intervenções poéticas típicas do estilo de Pizzini tentam amalgamar a complexa

personalidade de um dos mais completos artistas de nossa música popular. O cineasta se mantém atento às mudanças que a maturidade trouxe a Ney, e as apresenta sem cerimônia, mas com placidez. Poucos documentários traduzem tão bem em sons e imagens o seu biografado. Os extras são dois episódios do

programa O Som do Vinil, que apresentam o primeiro disco do Secos e Molhados, de 1973, e também o primeiro solo de Ney, de 1975.

Fonte: Canal Brasil

Últimos Guias DVDs