<b>RÁPIDO NO GATILHO</b> O Homem sem Nome, vivido por Clint, não dava mole para os inimigos
Divulgação

Trilogia do Homem sem Nome

Guias / DVDs - Redação Publicado em 08/09/2010, às 10h04 - Atualizado às 10h31

Fox

Caubói Solitário

Pack junta três westerns seminais de Clint Eastwood

O octagenário Clint Eastwood hoje é um respeitável bastião do cinema norte-americano. Mas por um certo período ele ficou conhecido como “o cara que fazia bang bang na Itália”. Em 1964, Clint, que já tinha interpretado inúmeros caubóis na TV norte-americana, foi parar na Europa para rodar um western de baixo orçamento. Dirigido por Sergio Leone, Por um Punhado de Dólares deu o pontapé no ciclo que ficou conhecido como spaghetti western. Esses filmes tinham como intenção fazer um troco rápido, mas ironicamente reinventaram o gênero e repercutem até hoje. Baratos, violentos e iconoclastas, os faroestes feitos na Itália demoliram o mito de um oeste americano justo e sanitizado. Clint, na pele do personagem que ficou conhecido como O Homem sem Nome, se tornou um ícone, a personificação do pistoleiro solitário e lacônico que não está interessado na moral convencional. Em 1965, Clint estreou em Por uns Dólares a Mais. No ano seguinte a trilogia se encerrou com Três Homens em Conflito. Os filmes foram lançados nos Estados Unidos em 1967 com grande sucesso, embora parte da crítica não tenha gostado. Mas, agora reunidos neste pack, mostram como parte do mito de Clint Eastwood começou a ser construído pelas lentes de Sergio Leone.

Paulo Cavalcanti

Últimos Guias DVDs