Divulgação

Rio

Guias / Filmes - Redação Publicado em 06/04/2011, às 10h26 - Atualizado às 10h26

Carlos Saldanha

Vozes de Anne Hathaway, Jesse Einsenberg e Jamie Foxx

Animação sobre araras extraviadas pinta o Rio de Janeiro com cores brilhantes

À primeira vista, um desavisado pode achar que o prota gonista de Rio, nova animação de Carlos Saldanha (Era do Gelo), é a reencarnação de um velho malandro alado: Zé Carioca, fruto do namoro da Disney com o Brasil na década de 40. Mas os anos que separam as duas produções norte-americanas fazem deles tão diferentes quanto um canarinho e um avestruz. A questão não passa só pelo primor técnico das animações 3D de hoje. O longa também reflete um olhar estrangeiro muito mais interessado no país que a visão de binóculo dos tempos da “boa vizinhança”. Deve mais ao realismo de Cidade de Deus, portanto, que ao exotismo tipo exportação de Carmen Miranda. Tudo começa quando a arara-azul Blu, criada em cativeiro nos Estados Unidos, vem parar no Brasil. Ao lado da pretendente Jade, acaba nas mãos de traficantes de animais. Graças à riqueza das paisagens construídas pelo carioca Saldanha, o Rio nunca apareceu tão belo na tela. Das praias às favelas, ou no meio de um cintilante desfile de Carnaval, o retrato vai encher brasileiros de orgulho, mesmo que o enredo ligeiro não fuja do esperado. Bebel Gilberto, Sergio Mendes e Will.i.am comandam a batucada na trilha.

GUSTAVO LEITÃO

Últimos Guias Filmes