Kurt Russell esbanja atitude no universo de Tarantino
Divulgação

À Prova de Morte

Guias / Filmes - Redação Publicado em 08/07/2010, às 05h30 - Atualizado às 05h31

Quentin Tarantino

Kurt Russell, Rosario Dawson

Penúltimo filme do diretor chega com atraso, mas ainda vale ser conferido

Inacreditáveis três anos depois de sua estreia mundial, chega finalmente às telas brasileiras o filme de Quentin Tarantino anterior a Bastardos Inglórios, o thriller “pé no acelerador” À Prova de Morte., realizado em conjunto com Planeta Terror, do amigo Robert Rodriguez, uma dupla homenagem aos “exploitation movies” dos anos 70, fitas B comerciais e apelativas, com muita sensualidade e violência. Aqui, Dublê Mike (Kurt Russell) escolhe belas jovens em autoestradas para alvo de sua sanha assassina, usando como arma o próprio carro. Entre as possíveis vítimas, Rose McGowan, Rosario Dawson e a dublê de cinema Zoë Bell (como ela mesma, protagonista da incrível perseguição-clímax). Apesar de contemporânea, a história tem ares “seventies”, no figurino das gatas, nos possantes e na trilha sonora sempre vintage que Tarantino reúne a dedo. Além disso, ele brinca com o cinema em tempos de película e simula falhas comuns da projeção à época, como saltos nas cenas, riscos na imagem e passagens em P&B. Tarantino oferece citações a rodo, diálogos afiados, humor negro e sanguinolência.

Christian Petermann

Últimos Guias Filmes