Erika e Gregório em clima pop
FOTO DIVULGAÇÃO

Apenas o Fim

Guias / Filmes - Redação Publicado em 11/06/2009, às 15h03 - Atualizado às 16h19

Matheus Souza

Erika Mader, Gregório Duvivier

Sim, é possível um filme pop e sensível – e sem dinheiro – no Brasil

Apenas o fim é um filme independente, feito por universitários da PUC-RJ. Mas ser indie e universitário não significa que seja automaticamente amador. Pelo contrário: ciente de suas restrições orçamentárias, o estreante Matheus Souza opta pela simplicidade e pelo bom senso narrativo, utilizando uma única locação – a própria PUC – para contar a última hora de um casal de namorados (a gatinha estranha Erika Mader e o nerd charmoso Gregório Duvivier), pois ela está determinada a sumir do mapa. Vida em Mutação Documentário “do bem” radiografa música e vida de Arnaldo Baptista Centrado nos diálogos, o que se vê é um Antes do Amanhecer (1995), de Richard Linklater, ambientado na Gávea e com pitadas de Kevin Smith. O esperto roteiro, recheado de referências pop, é claudicante em alguns momentos, especialmente quanto aos personagens secundários, que se tornam mais um obstáculo do que um respiro para a narrativa. Mas o talentoso Duvivier brilha em cada frame, minimizando os estragos. Pode não ser tão sedutor quanto um passeio por Viena, mas certamente tem seus próprios encantos.

RODRIGO ARIJON

Últimos Guias Filmes