Clooney brinca de homem romano

Ave, César!

Com Josh Brolin e George Clooney

Guias / Filmes - André Rodrigues Publicado em 14/04/2016, às 16h41 - Atualizado em 17/05/2016, às 13h00

Irmãos Coen voltam no tempo e elaboram uma carta de amor à era de ouro de Hollywood

Com obras como Fargo e Onde os Fracos Não Têm Vez, os irmãos Coen mostraram que filmes considerados de arte também podem agradar ao grande público. Já em Ave, César! eles retratam um dos períodos de maior popularidade de Hollywood. O longa é feito sob medida para o restrito público capaz de assimilar todas as referências de suas dezenas de deliciosas homenagens, mas é atraente também para quem não é necessariamente cinéfilo. Acompanhamos um dia típico na vida de Eddie Mannix (Josh Brolin), chefão do Capitol Pictures, fictício estúdio de cinema dos anos 1950. Além de gerenciar as produções, ele precisa conter os hormônios de suas estrelas, equilibrar egos de diretores e ainda lidar com o estranho sequestro de seu maior astro, Baird Whitlock (George Clooney). O fio condutor serve para que os Coen criem inúmeros e saudosistas espetáculos visuais, passeando por diversos gêneros cinematográficos. Usando com talento a metalinguagem, Ave, César! é uma brincadeira capaz de encantar e divertir todos aqueles que entendem que a vida é um espetáculo.

Fonte: Dirigido por Joel e Ethan Coen

Últimos Guias Filmes