<b>REENCARNACÃO</b> Nelson Xavier revive a fase final de Chico Xavier
Ique Esteves / Divulgação

Chico Xavier

Guias / Filmes - Redação Publicado em 07/04/2010, às 06h39 - Atualizado às 14h08

Daniel Filho

Nelson Xavier, Tony Ramos

Caminhos Espirituais

Versão cinematográfica da vida do célebre médium segue padrão televisivo

Enquanto vivo, o astro do espiritismo nacional, que sempre esteve nas listas dos autores mais vendidos, lançou mais de 400 livros, todos psicografados. Porém, sua vida transposta para as telas do cinema, com estreia marcada no centenário do autor, dia dois de abril (ele nasceu em três de abril), não tem nada de filme psicografado. Leva a assinatura de Daniel Filho, que já arrastou muita gente para os cinemas com suas obras que seguem o padrão Globo de produção. Chico Xavier tem três atores encarnando o mestre espírita. Matheus Costa vive sua fase mirim, Ângelo Antonio sua passagem para a vida adulta e Nelson Xavier, uma quase reencarnação de Chico de tão parecido, sua fase já madura. O filme é costurado por uma entrevista que o médium deu na extinta TV Tupi. No meio disso, o roteiro vai pontuando diferentes momentos de sua vida, da infância até os dias perto de sua morte. Em meio a isso, Tony Ramos e Christiane Torloni formam um casal em crise depois da morte do filho, que cruzam com o médium. Acredite-se ou não no que ele dizia, o filme deixa claro que ao contrário de muita gente, tratava-se de um homem honesto que nunca ganhou um centavo com seu dom. Vai levar muita gente ao cinema, com aquele estilo narrativo que aproxima tudo de algo feito pela TV, uma fórmula tão certeira que é capaz de deixar claro até o mundo que não vemos. Em setembro deve estrear Nosso Lar, uma superprodução baseada em um livro que Xavier escreveu nos anos 40.

Alexandre Duarte

Últimos Guias Filmes