Vida e obra de Cildo Meireles
Divulgação

DOCUMENTÁRIOS

Guias / Filmes - Redação Publicado em 14/10/2010, às 20h28 - Atualizado às 20h28

Arte e Misticismo

Apesar dos documentários musicais andarem dominando o circuito, o cinema nacional também vem realizando outras produções com assuntos variados. Neste mês estreia Cildo, dirigido por Gustavo Rosa de Moura, cujo assunto é o trabalho do artista plástico Cildo Meireles. A ideia não era simplesmente entregar ao público uma biografia convencional. O diretor se propõe a fazer uma viagem no processo criativo do artista. O documentário foi realizado ao longo de quatro anos, tempo suficiente para mostrar Cildo concebendo e executando suas obras. Enquanto elas são exibidas, ele dá seu parecer sobre a vida, arte, etc. Obviamente não é para todo mundo, mas é um programa certeiro para aficionados por arte conceitual. Outra estreia do mês é Terra Deu, Terra Come, filme vencedor do festival É Tudo Verdade. Aqui, o diretor Rodrigo Siqueira se embrenhou em Quartel do Indaiá, distrito de Diamantina, Minas Gerais, para mostrar personagens e causos de um Brasil rural que parece ter sido congelado há uns 100 anos. O mote é o enterro de um certo João Batista, que teria morrido com 120 anos. Pedro de Alexina, garimpeiro de 81 anos de idade e descendente de escravos, é quem toma conta do velório e do cortejo fúnebre. As histórias ancestrais de Pedro sobre terra, garimpo, religião e misticismo se embaralham a cantigas e dialetos africanos, dominando este curioso filme.

Paulo Cavalcanti

Últimos Guias Filmes