Pulse
Gato de Botas

Gato de Botas

Chris Miller

Guias / Filmes - ÉRICO FUKS Publicado em 09/12/2011, às 15h55 - Atualizado às 16h01

Animação estrelada por personagem de Shrek avacalha fábulas infantis

Colocar em carreira solo um coadjuvante da franquia Shrek tem tudo para ser uma aposta arriscada, pois a simplicidade da caracterização do felino e a insistência nos estereótipos poderiam levar a um rápido esgotamento da fórmula. Por isso, o diretor Chris Miller (do estranho Shrek Terceiro e um dublador familiarizado com os estúdios da Dreamworks) deposita a força do filme no carisma do protagonista e na paródia a outras histórias, como Zorro e João e o Pé de Feijão. Aqui, o gato conta com a ajuda do ovo Humpty Dumpty e com a conhecedora das ruas Kitty Patas Macias para roubar a Gansa que bota ovos de ouro. A mistura das características humanas do personagem, como a latinidade sedutora, com outras próprias dos animais, como a vontade de beber leite e de correr atrás de bolinhas luminosas, também funciona. Gato de Botas é atemporal e reafirma sua vontade de dar um novo sentido às fábulas. Nesta reciclagem, a aridez do Velho Oeste é um campo fértil para o multicolorido das novas tecnologias do cinema.

Elenco: Vozes de Antonio Banderas e Salma Hayek

Últimos Guias Filmes