Denise e Troncoso: teatrais

Hoje

Tata Amaral

Guias / Filmes - Christian Petermann Publicado em 12/04/2013, às 16h15 - Atualizado às 16h17

Drama pesado revisita de forma teatral os anos de chumbo do Brasil

Em Hoje, a diretora Tata Amaral assina o roteiro com, entre outros, o ensaísta, professor e também cineasta Jean-Claude Bernardet, adaptando o romance Prova Contrária, de Fernando Bonassi, e retomando assim a mesma parceria dos filmes Um Céu de Estrelas (1996) e Através da Janela (2000) – os três longas são retratos intimistas desenrolados praticamente em um único cenário. Aqui se revela como, no exato dia em que uma mulher (Denise Fraga) se muda para um apartamento recém-comprado no centro de São Paulo, ressurge o marido (o uruguaio César Troncoso), dado como morto desde o tempo em que ambos militavam contra a ditadura militar. O que se segue é uma expiação entre os dois personagens de anos de dúvida e sufoco, em uma dinâmica de inescapável teatralidade e com rigorosa pontuação de cena. Por mais sincera que seja a narrativa de Tata, em busca de um final feminino e redentor, a obra se ressente do ranço de seu discurso, com dois atores que parecem sempre estar sobre um palco.

Elenco: Denise Fraga e César Troncoso

Últimos Guias Filmes