Pulse
Invasores

Invasores

Guias / Filmes - Redação Publicado em 08/11/2007, às 17h19 - Atualizado em 10/03/2014, às 13h48

Oliver Hirschbiegel

Nicole Kidman, Daniel Craig

Tente não dormir

Entidade alienígena microscópica cai acidentalmente na Terra e espalha epidemia pela população: apesar de manter a aparência humana, os infectados se tornam seres dopados, cruéis e desprovidos de emoção. Sim, você já viu essa história antes: Invasores é baseado no romance The Body Snatchers, que por sua vez já inspirou tantos outros filmes, de Vampiros de Almas (1956) a dois Invasores de Corpos (1978 e 1993). Para suprir a completa falta de inventividade do roteiro, o produtor Joel Silver (da trilogia Matrix) escalou Nicole Kidman para o papel da heroína solitária que enfrenta a invasão. Bela e instigante ao ponto de perturbar, a atriz australiana protagoniza cerca de 90% das cenas, o que pelo menos serve de alento para a chatice infinita que é o filme: equivocado, Invasores patina em clichês de ficção científica (conspirações governamentais, crianças aterrorizantes/aterrorizadas, fluidos corporais que espirram aos jatos), assusta muito pouco e ainda se apóia em mensagens veladas de cunho político-social para justificar o final sem graça. Exemplo de metalinguagem às avessas: uma vez que a criatura toma controle do corpo humano durante o sono, Nicole passa boa parte da segunda metade do filme se esforçando para não dormir. A partir dessa hora, a realidade se funde à ficção, e é o espectador quem precisa se esforçar para não adormecer - de tédio.

PABLO MIYAZAWA

Últimos Guias Filmes