DONOS DA BOLA - Freeman e Damon unidos pela África do Sul
DIVULGAÇÃO

Invictus

Guias / Filmes - Redação Publicado em 04/02/2010, às 10h54 - Atualizado às 10h55

Clint Eastwood

Morgan Freeman, Matt Damon

Esporte é usado para mostrar tempo de mudança na África do Sul

Quando assumiu o governo da áfrica do Sul em 1994, Nelson Mandela era visto com desconfiança pela minoria branca que foi alijada do poder. E causou estranheza quando uma das principais metas de seu governo foi fazer com que a seleção nacional de rúgbi, constituída por brancos e para muitos, símbolo do apartheid, superasse suas limitações e vencesse o campeonato mundial realizado no país em 1995. Mandela sabia que os brancos ainda tinham um grande poder em vários setores do país e precisava cortejá-los para que as coisas funcionassem. E, ao transformar a campanha do time em causa nacional, conseguiu ganhar a simpatia do resto da nação. François Pienaar (Matt Damon), capitão do time, é um dos brancos que percebem que a vida no país precisava mudar e tolerância e perdão eram as novas palavras-chave. Morgan Freeman, como Mandela, vive novamente um daqueles seres santificados. Mas Invictus, conduzido pela mão segura de Clint Eastwood, convence ao martelar que a mesquinharia deve ficar para trás quando se busca um objetivo maior.

Paulo Cavalcanti

Últimos Guias Filmes