Clooney e O’Connell em situação letal

Jogo do Dinheiro

George Clooney e Julia Roberts

Guias / Filmes - Paulo Cavalcanti Publicado em 16/05/2016, às 20h21 - Atualizado em 27/05/2016, às 13h14

O fictício Money Monster, um popular programa de televisão especializado em cobrir o mercado financeiro, tem como apresentador Lee Gates (George Clooney), que entre dicas sobre investimento banca o showman engraçadinho. Um dia, um rapaz chamado Kyle (Jack O’Connell) invade o estúdio e ameaça Gates com um revólver, colocando nele um colete repleto de explosivos. Kyle teria perdido tudo o que tinha seguindo os conselhos de Gates. Toda a ação é transmitida ao vivo, com os Estados Unidos e o resto do mundo assistindo e prendendo a respiração. Na sala de controle está Patty Fenn (Julia Roberts), a diretora do programa, que tenta reverter a perigosa situação. Logo é revelado que o ato desesperado de Kyle tem implicações ainda mais abrangentes e sinistras. A diretora Jodie Foster mantém a tensão psicológica ao extremo e, como filme de ação, Jogo do Dinheiro funciona. O problema é a lição de moral que o longa tenta passar. É mais uma visão dos liberais de Hollywood sobre como os megainvestidores vilanescos metem a mão na poupança dos pobres incautos.

Fonte: Dirigido por Jodie Foster

Últimos Guias Filmes