Divulgação

Lope

Guias / Filmes - Redação Publicado em 10/11/2010, às 12h21 - Atualizado em 12/11/2010, às 02h09

Andrucha Waddington

Com Alberto Ammann, Leonor Watling

Cineasta brasileiro mostra a vida de um dos maiores escritores espanhóis

Em sua primeira coprodução internacional (com a Espanha) e falada em castelhano, o cineasta Andrucha Waddington apresenta um herói de forte identificação com o espectador espanhol, mas desconhecido para muitos brasileiros: Félix Lope de Vega, considerado o maior dramaturgo daquele país, um personagem rebelde e sedutor que viveu na virada dos séculos 16 e 17. O maior acerto do diretor foi ter ciência de que este não é um épico e de que a produção não era portentosa. Mesmo assim, a direção de arte é admirável e as imagens, de grande beleza. Trata-se afinal de uma correalização da Conspiração Filmes, que preza pelo acabamento de seus trabalhos. Waddington contou com um ótimo ator como protagonista, o novato argentino Alberto Ammann, o que o auxiliou na condução de um drama mais centrado no humano do que no histórico. Em várias cenas é evidente a inspiração em obras como Shakespeare Apaixonado, mas falta a Lope a mesma leveza narrativa. Correto e reverente, este é um bom trabalho de Waddington, mas sem traços autorais. Em papéis coadjuvantes, repare em Selton Mello e Sônia Braga.

Por Christian Petermann

Últimos Guias Filmes