O cangaço está em A Luneta do Tempo

A Luneta do Tempo

Com Irandhir Santos e Hermila Guedes

Guias / Filmes - Antonio do Amaral Rocha Publicado em 20/03/2016, às 18h52 - Atualizado em 24/03/2016, às 13h29

A trama de A Luneta do Tempo examina o legado histórico do cangaço e mostra que o arquétipo libertário/marginal do movimento ainda ressoa no imaginário político e social do país. O roteiro de Alceu Valença, estreando com segurança atrás das câmeras, opta por contar a saga em três níveis de narrativa. A primeira apresenta um circo mambembe que se encontra com o bando de Lampião nas suas andanças e também mostra a batalha que deu fim ao bando dele. Tempos depois, quando a aventura do cangaço já é história (nos anos 1960), a saga é contada em um espetáculo do mesmo circo. E nesse mesmo tempo um escritor de literatura de cordel beberrão imagina a saga de Lampião e Maria Bonita em um improvável encontro no céu. Rico em ambientação, o filme celebra o imaginário nordestino em versos, diálogos, música e imagens.

Fonte: Dirigido por Alceu Valença

Últimos Guias Filmes