Pulse
Alessandra e seus rolos amorosos

O Abismo Prateado

Karim Aïnouz

Guias / Filmes - André Rodrigues Publicado em 12/04/2013, às 16h17 - Atualizado às 16h21

Inspirado em música de Chico Buarque, filme mostra dor de amor

Em seu quarto longa, o diretor Karim Aïnouz (O Céu de Suely) consegue mais uma vez impregnar o olhar do público com uma narrativa bem distante dos atuais sucessos nacionais. Ser diferente não é sinal de qualidade, mas essa estética do cineasta cearense cai bem em um mercado que precisa conquistar diversidade. Em O Abismo Prateado, acompanhamos a brutal ruptura no cotidiano de Violeta (Alessandra Negrini), dentista de 40 anos que é abandonada pelo marido. Sem rumo, ela vaga pelo Rio de Janeiro tentando compreender a tragédia. O fiapo de história surgiu a partir do convite do produtor Rodrigo Teixeira, que pediu para Aïnouz adaptar para as telas “Olhos nos Olhos”, de Chico Buarque. Enquanto foca exclusivamente na dor de Violeta, a obra convence e traz uma interpretação arrebatadora de Alessandra. As coisas só ficam desinteressantes quando outros personagens aparecem para injetar alguma ordem no caos.

Elenco: Alessandra Negrini e Thiago Martins

Últimos Guias Filmes