Emma e Phoenix: romance

O Homem Irracional

Woody Allen

Guias / Filmes - Christian Petermann Publicado em 11/08/2015, às 16h38 - Atualizado em 13/08/2015, às 18h33

Nesta segunda colaboração com a atriz Emma Stone, o diretor Woody Allen fica um tanto aquém do anterior Magia ao Luar (2014), que era uma obra assumidamente ligeira e romântica. Aqui, o cineasta acentua seu ceticismo e cria nova premissa na linha de seu Crimes e Pecados (1989). É perfeita a escolha de Joaquin Phoenix para personificar Abe, um professor de filosofia mulherengo que começa a dar aulas em um novo campus. O problema é que ele passa por um momento de impotência sexual e também não consegue avançar no livro em que está trabalhando. Depois de conhecer Jill, a aluna interpretada por Emma, Abe reencontra o prazer em viver – e a ereção – ao bolar o crime perfeito. A química entre um decadente Phoenix e uma luminosa Emma mantém o filme em pé, a despeito da obviedade moral da conclusão. A trilha jazzy, com Ramsey Lewis Trio e Paul Eakins, imprime sabor especial.

Últimos Guias Filmes