MORTO-VIVO - O papel de Ledger foi refeito na ilha de edição
DIVULGAÇÃO

O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus

Guias / Filmes - Redação Publicado em 06/05/2010, às 11h00 - Atualizado às 11h03

Terry Gilliam

Christopher Plummer, Heath Ledger

Beleza Macabra

Derradeiro filme de Heath Ledger é uma delirante fantasia que passeia por um universo bem particular

Mesmo as melhores viagens de Terry Gilliam são cheias de excessos. De Brazil a Os Irmãos Grimm, fica-se sempre na corda bamba entre o belo e o grotesco. Aqui, a coerência é completa. Por trás da história do mágico (Christopher Plummer), que anda com sua trupe, encenando de carroça espetáculos numa Londres moderna, existe um pacto demoníaco. Parnassus, o mágico, é o guardião de um portal que leva as pessoas há uma dimensão, onde são espiadas pelo diabo (Tom Waits). Em troca da imortalidade, Parnassus ofereceu mais ao demônio, e agora para não perder a filha contará com a ajuda de um malandro, que já enganou até a Morte. A ironia é suprema quando vemos que o personagem é vivido por Heath Ledger (o ator que morreu no meio das filmagens). Mas é muito perspicaz como Gilliam o mantém em cena. Sua realidade cada vez que entra no portal é transfigurada. E Heath ganha os rostos de Johnny Depp, Jude Law e Colin Farrell, em uma engenhosa solução de recurso que vai direto ao âmago da personagem (o vigarista de mil caras).

POR HAMILTON ROSA JR.

Últimos Guias Filmes