VIDA DURA - Gabby Sidibe faz a sofrida Precious.
DIVULGAÇÃO

Preciosa - Uma História de Esperança

Guias / Filmes - Redação Publicado em 04/02/2010, às 11h15 - Atualizado em 12/02/2010, às 12h36

Lee Daniels

Gabby Sidibe, Mo’Nique, Paula Patton

Soco no Estômago

Apesar do tema pesado, drama oferece inspiração e busca pela autoestima

Preciosa poderia ser uma tragédia só: a história de uma garota adolescente negra, obesa, pobre e que, depois de ser estuprada inúmeras vezes pelo próprio pai, acaba tendo que criar dois filhos (sendo que um tem síndrome de Down). Mas o diretor Lee Daniels soube reforçar um lado da história que havia sido pouco explorado no livro que deu origem ao filme, Push (da escritora Sapphire): a fantasia. Nos momentos mais tensos (e intensos) do longa-metragem, a personagem central, Precious Jones (a estreante Gabby Sidibe), passeia por um mundo de fantasia no qual é famosa e rica. Só não se iluda, essas passagens são breves e só funcionam como uma quebra na realidade pesada da história. Expulsa da escola quando fica grávida pela segunda vez, Precious – tímida e quase analfabeta, mas interessada em aprender – acaba em uma escola alternativa. Lá conhece a professora Rain (Paula Patton), que dá um novo rumo para os estudos da garota e ainda a ajuda a mudar de vida quando ela resolve sair de casa, cansada dos abusos da mãe (Mo’Nique, em atuação que cheira a Oscar – assim como a breve participação de Mariah Carey, sem maquiagem, como uma assistente social). Sem dúvida: um dos filmes do ano.

Assista ao trailer de Preciosa abaixo:

Paulo Terron

Últimos Guias Filmes