Brad Pitt quer enriquecer a qualquer preço com informações confidenciais que encontrou em um CD
Macall Polay/Divulgação

Queime Depois de Ler

Guias / Filmes - Redação Publicado em 12/12/2008, às 15h26

Dirigido por Ethan e Joel Coen

George Clooney, Frances McDormand, John Malkovich, Tilda Swinton, Brad Pitt

Sem Escrúpulos

Espionagem, assassinato, chantagem e salve-se quem puder marcam despretensiosa comédia dos Irmãos Coen

No ano passado, Onde os Fracos Não Têm Vez faturou quatro estatuetas da Academia, incluindo as de "Melhor Filme", "Roteiro" e "Direção", e trouxe aos irmãos Ethan e Joel Coen o merecido reconhecimento por uma carreira brilhante que, embora marcada por alguns filmes com temática violenta (como Gosto de Sangue, 1984, e Fargo, 1996), mostrava também uma queda pela boa comédia (basta conferir pérolas como Arizona Nunca Mais, 1987, Na Roda da Fortuna, 1994, e E Aí Meu Irmão, Cadê Você?, 2000). Esse lado bem-humorado pode ser visto em seu mais recente trabalho, Queime Depois de Ler. Na história, um CD com informações do ex-analista da CIA, Osbourne Cox (John Malkovich), cai acidentalmente nas mãos de Linda Litzke (Frances McDormand) e Chad Feldheimer (um impagável Brad Pitt). Funcionários de uma academia de musculação, a dupla acredita que pode conseguir uma boa grana com o material e, meio sem jeito, tenta subornar Cox. Começa então um jogo de gato e rato que envolve espionagem, assassinato, um agente da receita federal infiel (George Clooney) e até mesmo os russos. Os irmãos Coen não decepcionam com seu estilo marcado por diálogos afiados e personagens pitorescos. Ajudado pelo elenco estelar, Queime Depois de Ler é divertido, despretensioso e imprevisível. Um excelente filme que deixa claro que a intenção não é ganhar prêmio, e sim divertir o público.

Ricardo Matsumoto

Últimos Guias Filmes