<b>REFLEXÃO GÓTICA </b> Depp encarna mais um personagem exdrúxulo
divulgação

Sombras da Noite

Tim Burton

Guias / Filmes - Roberto Larroude Publicado em 15/06/2012, às 14h03 - Atualizado às 14h07

Produção tem belo visual, mas o resultado fica aquém do talento dos envolvidos

A parceria entre o diretor Tim Burton e o ator Johnny Depp já rendeu hits (A Fantástica Fábrica de Chocolate, Alice no País das Maravilhas) e filmes cult (Edward Mãos de Tesoura, Ed Wood). A oitava colaboração entre os dois é uma adaptação para o cinema de Sombras da Noite, novela sobrenatural exibida nos Estados Unidos no final da década de 60. Depp vive Barnabas Collins, um aristocrata mulherengo que parte o coração de uma bruxa – Eva Green, linda e roubando o filme –, que para se vingar o transforma em vampiro e o enterra vivo. Duzentos anos depois ele acorda e tenta revitalizar o mal falado nome da família, atualmente comandada pela personagem de Michelle Pfeiffer. Os principais ingredientes de um filme de Tim Burton, como o visual extravagante, o clima sombrio, um Johnny Depp caricato e as pitadas de humor negro, estão lá, sempre tentando valorizar a produção. O que chama a atenção de forma negativa é o roteiro esburacado com subtramas completamente soltas ou personagens que, sem nenhuma explicação, se transformam em criaturas vampirescas. Irregular, Sombras da Noite parece uma tentativa frustrada de faturar na onda.

Elenco: Com Johnny Depp, Eva Green e Michelle Pfeiffer

Últimos Guias Filmes