Wahlberg e Ted tentam fazer graça

Ted 2

Seth MacFarlane

Guias / Filmes - Hamilton Rosa Junior Publicado em 11/08/2015, às 16h23 - Atualizado em 28/08/2015, às 15h26

o diretor e roteirista Seth Macfarlane tem uma mente desordenada e suja, mas intrigante. Em dez minutos, ele é capaz de focar momentos gritantemente díspares: uma maravilhosa sequência com dezenas de dançarinos, como nos melhores musicais do diretor Busby Berkeley; um casal tendo uma conversa irônica sobre a dificuldade de ter filhos; os protagonistas invadindo um quarto para colher o sêmen do astro do futebol americano Tom Brady. Em Ted 2, MacFarlane quer alinhavar o maior número de piadas por minuto, mesmo que algumas sejam ruins. Aos poucos, o filme começa a soar longo e a graça já não aparece tanto. Uma pena, porque o mote é promissor. O ursinho desbocado (voz de Mac-Farlane), amigo de John (Mark Wahlberg), se casou com uma loira de parar o trânsito (Jessica Barth) e não pode ter filhos porque a fábrica de brinquedos não lhe deu o equipamento necessário. Não há dúvidas de que o diretor sabe fazer rir, mas ele ainda precisa encarar o desafio de domar seus excessos.

Últimos Guias Filmes