Pulse
Law: no divã

Terapia de Risco

Steven Soderbergh

Guias / Filmes - Érico Fuks Publicado em 12/04/2013, às 14h44 - Atualizado às 14h49

Diretor faz mergulho raso no universo do tratamento psiquiátrico

Em matéria de versatilidade, Steven Soderbergh é uma sumidade. Do registro de operários de uma fábrica de bonecas até a leveza aparente do cotidiano de strippers, o diretor tenta decifrar o ser humano e suas obsessões sociais. O conjunto de sua obra, entretanto, pode ser visto como uma montanha-russa, em que ele intercala com uma irregularidade proposital a densidade do tema ou o toque epidérmico sobre ele. Terapia de Risco, anunciado para ser o último filme dele em comemoração aos seus 50 anos de idade, tem um início tenso: câmera subjetiva em um ambiente inóspito com manchas de sangue. Essa estranheza de sons e cores vai dando lugar a planos mais amenos, com discursos em tom de filme de denúncia sobre o lobby das indústrias farmacêuticas, até despencar para o lugar-comum de filme de intriga, centrado em uma psicótica em tratamento após o namorado sair da prisão e um psiquiatra desacreditado em conflito com a supervisora. Quem já arriscou fazer remake de Tarkovski bem que poderia se aposentar com uma obra mais digna.

Elenco: Jude Law, Catherine Zeta-Jones e Channing Tatum

Últimos Guias Filmes