<b>TROPA TROPICALISTA</b> (Acima, a partir da esq.): Jorge Ben, Caetano, Gil, Rita Lee e Gal Costa; (abaixo): Sergio Dias e Arnaldo Baptista
Divulgação

Tropicália

Marcelo Machado

Guias / Filmes - Paulo Cavalcanti Publicado em 13/09/2012, às 10h19 - Atualizado às 10h22

Documentário repassa o movimento que mudou tudo

Em meio à enxurrada de documentários musicais que vêm sendo produzidos por aqui, é bom ressaltar que este é um dos mais interessantes. Tropicália vale ser assistido por não perder o foco, ser didático na medida exata e principalmente por não exercitar idolatria junto aos participantes do movimento, gente cujo talento é proporcional ao ego. Gilberto Gil, Caetano Veloso, Os Mutantes e Tom Zé estão no filme e se mostram corretos em seus depoimentos. O mérito do diretor Machado foi contar esta história com escasso material visual, já que muita coisa, principalmente registros de programa de TV, como o Divino, Maravilhoso, foi perdida com o tempo. Mesmo assim, ele ainda achou material raro, retirado de filmes underground, além de registros feitos na época em que o pessoal se encontrava no exílio – como a participação improvisada de Caetano e Gil no Festival da Ilha de Wight, na Inglaterra.

Últimos Guias Filmes