O velhinho viajante e seu amiguinho

Up - Altas Aventuras

Guias / Filmes - Redação Publicado em 03/09/2009, às 11h16 - Atualizado às 11h16

Pete Docter

Pixar volta com aventura menos erudita e mais nostálgica

Depois do sucesso de crítica de wall-e, que chegou a ser cotado a uma indicação para o Oscar de melhor filme, os estúdios Pixar voltam com mais uma animação madura, que põe o roteiro à frente das pirotecnias

da animação. Up – Altas Aventuras é bem menos “erudito” do que a história do robô perdido no futuro, mas tem ideias mais maduras do que os filmes das concorrentes. Um velhinho aposentado e rabugento de 78 anos (cuja voz no Brasil é de Chico Anysio), ex-vendedor de balões, não vê mais graça na vida desde a morte da mulher. Está prestes a ser mandado a um asilo quando tem uma ideia maluca: amarrar milhares de balões no telhado de casa e sair voando com ela até as montanhas da América do Sul. Para sua surpresa, um garoto persistente de apenas oito anos, louco para viver uma grande aventura, “voa” junto com ele. O diretor Pete Docter aposta em pequenas referências nostálgicas. As técnicas de animação são atuais, os balões coloridos que puxam a casa são inesquecíveis, mas a história tem um tom de aventura dos anos 50. As crianças adoram, e os cinéfilos não reclamam.

POR THIAGO STIVALETTI

Últimos Guias Filmes