Pulse

Child of Eden

Guias / Games - Redação Publicado em 10/08/2011, às 12h04

Q Entertainment

Xbox 360

Extravagante e surrealista, game de tiro é um atentado aos sentidos

Evolução da humanidade, avanços tecnológicos e a luta pela sobrevivência são elementos que poderiam estar em qualquer game de tiroteio com soldados em reluzentes armaduras espaciais. Ainda bem que Child of Eden, mais nova produção da produtora japonesa Q Entertainment (fundada pelo criativo designer Tetsuya Mizuguchi), passa bem longe desse exemplo: esta experiência psicodélica e quase indescritível põe o jogador em uma saga futurista/ espacial que é uma verdadeira enxurrada nos sentidos. O visual é colorido e brilhante, um festival de luzes, cores e animação com criaturas orgânicas e mecânicas (além de uma variedade de metáforas audiovisuais sobre a evolução das espécies como pano de fundo). Empolgante, a trilha sonora eletrônica também usa os sons dos disparos como instrumentos musicais complementares. Seja utilizando o joystick tradicional seja utilizando a câmera Kinect (o que dá uma graça a mais ao negócio: mover as mãos para mirar e atirar nos obstáculos é envolvente; levantar os braços para soltar o devastador ataque especial, idem), não dá para evitar a sensação de estar diante de um acontecimento único.

PEDRO GIGLIO

Últimos Guias Games