Guitar Hero: World Tour

Guias / Games - Redação Publicado em 12/12/2008, às 16h05

Activision

Xbox 360 / PlayStation 3 / Wii / PlayStation 2

Quero ser Jimi Hendrix

No começo, era apenas Guitar Hero e sua réplica da Gibson SG. Mas aí surgiu um tal de Rock Band que fazia tudo o que o concorrente fazia e, de lambuja, ainda permitia que quatro jogadores se juntassem para tocar guitarra, baixo, bateria e cantar. Lógico que o Guitar Hero não ficaria quieto no backstage. World Tour é o primeiro game da série que simula a brincadeira de ter uma banda completa. A guitarra – que parece uma Fender Stratocaster – está maior, mais pesada e tem novos botões, entre eles cinco sensores que servem para simular uma guitarra slide. A bateria tem seis peças (contando com o pedal) e poderia ser bem melhor do que a do concorrente se o tambor funcionasse bem (pelo menos o som é melhor e os pratos fazem a diferença na performance). A seleção de músicas não é tão vasta quanto em Rock Band (a loja virtual promete sanar esse problema), mas, por alguma razão inexplicável, são mais legais de serem tocadas. Talvez seja uma melhor adaptação das notas aos movimentos necessários para controlar o game. Ou talvez seja a presença virtual de Ozzy, Billy Corgan e Jimi Hendrix, que levantou da tumba para tirar onda de "guitar hero". Não que ele já não fosse considerado o maior herói da guitarra de todos os tempos...

Eduardo Trivella

Últimos Guias Games