Pulse
<b>A VIDA COMO ELA ERA</b> A preocupação cinematográfica com o realismo é o principal charme de Mafi a II
Divulgação

Mafia II

Guias / Games - Redação Publicado em 08/09/2010, às 21h42 - Atualizado às 21h43

2K Games

Xbox 360 / PlayStation 3 / PC

Oferta Irrecusável

Jazz, carrões e tiroteios marcam tributo digital ao universo mafioso

O cenário de Mafia II é Empire Bay, a cidade fictícia inspirada em Nova York e São Francisco. As rádios tocam Duke Ellington e Little Richard com entusiasmo. Carros exercitam seus limitados quilômetros por hora. O jornaleiro anuncia as manchetes do dia. Em meio a tudo, você é Vito Scaletta, que nesse momento caça rivais em uma fábrica de bebidas, suborna a polícia para evitar uma multa ou simplesmente segue a rotina de mafioso iniciante. Soldado recém chegado da Segunda Guerra, Scaletta faz o possível para ser alguém na vida sem incomodar as famílias mafiosas – o que nem sempre é possível. Nesse pique, o game conduz o jogador ao período entre 1945 e 1957, em uma aventura com charme e estilo únicos: tal qual um organismo vivo, Empire Bay surge com uma ambientação impecável de ruas, automóveis e até revistas Playboy para se colecionar. Longe de ser uma homenagem romântica aos filmes de gangster (como era o primeiro Máfia, de 2002), Mafia II tem caminhos obscuros e um roteiro dramático, embalado por uma trilha primorosa e momentos de tensão. Apesar do clima pesado, o sarcasmo surge no rádio, nos diálogos entre mafiosos e nos imprevistos de cada missão. Se você cansou da modernidade “débil” de Grand Theft Auto, é de saudar sua nova família.

Renato Bueno

Últimos Guias Games